Wellington Campos

Coluna do Wellington Campos

Veja todas as colunas

Cruzeiro Guerreiro

A batalha continua

24/07/2019 às 09:23

Bruno Haddad/Cruzeiro

Não foi fácil. Aliás, o que é fácil no futebol, principalmente na Libertadores? Cruzeiro e River Plate é o maior confronto das oitavas de final pela história dos clubes e a riqueza de seus elencos. 

O que parecia impossível aconteceu e o time mineiro trouxe um empate quando até uma vitória seria justa. Achei o gol anulado discutível. 

Henrique, pela experiência, já deveria saber que o VAR fica bisbilhotando tudo e, fazer aquele pênalti nos acréscimos da partida foi quase uma chacina azul. Os deuses do futebol invocados pelos apaixonados celestes tiveram compaixão e mandaram a bola para os céus. 

Um Cruzeiro guerreiro que precisava de uma atuação de gala para firmar posição de equipe forte por onde jogar. 

A batalha continua. Terça-feira no Mineirão é vencer ou vencer. Custe o que custar para seguir na busca do terceiro título e agora quem tem que empurrar o time são os cruzeirenses que nem precisam ser convocados. Já estão escalados. 

Fácil não será. O River Plate não foi campeão de 2018 por acaso, apesar das pedras atiradas no ônibus do Boca Juniors e toda confusão que aconteceu. 

O Cruzeiro precisa manter a pegada e se impor como sempre fez no cenário internacional. 

Nossa, ainda tem o Internacional depois pela Copa do Brasil. Mas deixa agosto chegar. Primeiro é vencer os argentinos no Mineirão. Outra página para ser escrita heróica e ficar imortal. 

Dá-lhe Cruzeiro!

Escreva seu comentário

Preencha seus dados

ou

    #ItatiaiaNasRedes

    RadioItatiaia

    Entre as falsificações, estão medicamentos utilizados no tratamento para hepatite C, vacina para a gripe e remédios para distúrbio do crescimento, obesidade e diabete; VEJA LI...

    Acessar Link

    RadioItatiaia

    Garoto seguia pela rodovia tranquilamente com o pai, de 40 anos, quando foram abordados pelos policiais #itatiaia

    Acessar Link