Notícias

Perto do jogo 500 pelo Cruzeiro, Henrique diz: ‘Feliz pela marca, mas pela situação não’

Por Redação, 17/09/2019 às 17:52
atualizado em: 17/09/2019 às 20:17

Texto:

Foto: Vinnícius Silva/Cruzeiro
Vinnícius Silva/Cruzeiro

O volante Henrique está perto de chegar a uma marca que pouquíssimos jogadores atingiram no Cruzeiro. Contra o Flamengo, no próximo sábado, às 17h, no Mineirão, o camisa 8 celeste completará 499 partidas pelo clube. Do atual elenco, ele está atrás somente do goleiro Fábio, que soma 852 jogos pela Raposa.

Ao mesmo tempo em que se mostra feliz, Henrique lamenta a marca ser atingida em um momento ruim do time, que fechou o primeiro turno do Campeonato Brasileiro na zona do rebaixamento e com a pior campanha do clube na primeira metade da competição na era dos pontos corridos.

“Não é o momento em que a gente gostaria de estar nesta situação. Mas nas dificuldades você encontra forças para superar todos os obstáculos. No futebol de hoje se muda muito de time, então atingir essa marca de 500 jogos é para poucos atletas”, disse.

“A cada vez que chego a marcas de jogos, sempre busco mais porque não paro e não me acomodo. Feliz pela marca, mas pela situação não. Vamos tentar chegar a essa marca com vitórias”, completou.

Oitavo na lista dos jogadores que mais atuaram na história do Cruzeiro, com 498 jogos, Henrique está à frente de nomes consagrados no clube, como Joãozinho (485), Palhinha (457), Ricardinho (441), Nonato (394), Tostão (383), Marcelo Ramos (365) e Dida (306).

Escreva seu comentário

Preencha seus dados

ou

    #ItatiaiaNasRedes

    RadioItatiaia

    'Eu estou levando minha revolta para um lado de injustiça, eu preciso de uma resposta. Eu guardei tudo no quarto do bebê. Essa dor parece que não vai passar', completa.

    Acessar Link

    RadioItatiaia

    O caso foi revelado em primeira mão pela rádio Itatiaia e repercute nacionalmente.

    Acessar Link