Notícias

Luz dos homens

Por Itatiaia, 10/08/2019 às 15:30

Texto:

Foto: Pixabay
Pixabay
00:00 00:00

Os homens experimentaram a escuridão e as almas vagaram entre o bem e o mal. Tanto na escuridão se envolveram que não havia luz que lhes chegasse. Nenhuma luz, nem a mais tênue. Deus então pôs a mão sobre a miséria e, maior que todos os males, fez-se homem e a si entregou uma lanterna, capaz de dissipar todas as noites. Chamava-se Jesus. E era luz. 

Mas soubemos, os homens não estavam na escuridão, os homens eram lanternas apagadas. E mais soubemos: marcaram Jesus com sua fúria e seu escárnio e foram lhe buscar para a morte, desde menino ainda, até adulto e sábio. 

Encimaram-lhe na cruz, açoitaram-no, humilharam, deram fel. Da cruz à ponta das lanças, no jugo da dor, o filho de Deus fechou os olhos, adormeceu sua própria carne e veio encantando depois. 

Ressurgiu para os que lhe queriam, como prova de força e afeição e para os que dele descriam, veio enfim como luz forte e clara. Na Páscoa, redimiu-se de todos os ódios e subiu num facho azul buscando a Deus, seu pai, cumprida a missão de nos salvar. 

Haveremos de saber, não será a maldade humana que apagará em nós a luz. Haveremos de saber, nada há que matará em nós o tanto que temos para renascer. Haveremos de saber das tarefas e do gozo da ressurreição, pois cada um de nós carrega uma lanterna para vencer a escuridão.

Escreva seu comentário

Preencha seus dados

ou

    #ItatiaiaNasRedes

    RadioItatiaia

    'Eu estou levando minha revolta para um lado de injustiça, eu preciso de uma resposta. Eu guardei tudo no quarto do bebê. Essa dor parece que não vai passar', completa.

    Acessar Link

    RadioItatiaia

    O caso foi revelado em primeira mão pela rádio Itatiaia e repercute nacionalmente.

    Acessar Link