Notícias

Fortaleza vence de virada na Arena Condá e deixa Chapecoense em situação delicada

Por Agência Estado, 19/05/2019 às 18:20

Texto:

O Fortaleza se reabilitou no Campeonato Brasileiro ao vencer a Chapecoense por 3 a 1, de virada, neste domingo, na Arena Condá, pela quinta rodada. O destaque do jogo foi o atacante Marcinho que marcou dois gols e deu a assistência para o outro do seu time.

A vitória deixou o clube cearense com seis pontos, e recuperado da derrota em casa para o São Paulo, por 1 a 0, na rodada passada. A Chapecoense, que vinha de derrota para o Flamengo, por 2 a 1 no Maracanã, continua com quatro pontos. 

Com os times armados no mesmo esquema tático, o 4-3-3, a expectativa era de um jogo movimentado. Os donos da casa começaram mais agressivos e ameaçaram pela primeira vez aos sete minutos, quando Everaldo passou por Quintero, pelo lado esquerdo da grande área, mas chutou em cima de Felipe Alves.

O primeiro gol saiu aos 12 minutos, quando Everaldo desceu pelo lado direito e cruzou rasteiro. A bola cruzou a pequena área e encontrou Rildo na segunda trave só para empurrar às redes. Ele ainda se chocou com a trave. 

O time cearense ameaçou somente em um chute de longe de Edinho, que Tiepo rebateu, quase dando chances a Júnior Santos chegar para completar, aos 27 minutos. Aos 35, o técnico Rogério Ceni fez sua primeira troca. Tirou Júnior Santos, para a entrada de Romarinho, apostando na sua maior movimentação. Dois minutos, depois saiu o empate, em um lance parecido ao do gol da Chapecoense. Desta vez, o lance começou com Wellington Paulista pelo lado direito, que fez o cruzamento rasteiro. Na pequena área Marcinho esticou os pés para empatar aos 37 minutos.

No segundo tempo, o jogo ganhou mais velocidade. Ney Franco colocou Arthur Gomes no lugar de Régis e foi o atacante que fez jogada individual, passou por dois adversários e chutou no pé da trave direita de Felipe Alves. Depois. o técnico catarinense arriscou ao tirar o volante Augusto para a entrada do atacante Lourecny. A sua ousadia acabou sendo castigada.

Rogério Ceni respondeu à troca com a entrada de Osvaldo no lugar de Edinho. Com isso, o Fortaleza ganhou mais velocidade. E quem desequilibrou foi Marcinho. Aos 17 minutos, ele marcou o segundo gol, o da virada, ao receber passe de Juninho e, dentro da área, encobrir com leve toque, o goleiro Tiepo. Dois minutos depois, Marcinho deu o passe diagonal para Osvaldo que bateu cruzado com a perna esquerda e fez 3 a 1.

A partir daí, tudo ficou mais fácil para o Fortaleza. Tanto que Ceni ainda se deu ao luxo de poupar Marcinho, substituído aos 26 minutos por Marlon, um jogador com mais características de marcação. Nesta altura, a Chapecoense já sentia o desgaste e não teve forçar para reagir. 

Na sexta rodada, os dois times vão jogar no dia 16, às 19 horas. A Chapecoense vai ao Mineirão para enfrentar o Cruzeiro, que vem de duas derrotas seguidas na competição, para o Internacional, por 3 a 1, e para o Fluminense, por 4 a 1. O Fortaleza vai receber o Vasco no Castelão.

FICHA TÉCNICA

CHAPECOENSE 1 X 3 FORTALEZA

CHAPECOENSE - Tiepo; Caíque Sá (Bryan), Gum, Rafael Pereira e Bruno Pacheco; Elicarlos, Márcio Araújo e Augusto (Lourency); Régis (Arthur Gomes), Everaldo e Rildo. Técnico: Ney Franco.

FORTALEZA - Felipe Alves; Gabriel Dias, Roger Carvalho, Quintero e Carlinhos; Felipe, Juninho e Edinho (Osvaldo); Marcinho (Marlon), Wellington Paulista e Júnior Santos (Romarinho). Técnico: Rogério Ceni.

GOLS - Rildo, aos 12, e Marcinho, aos 37 minutos do primeiro tempo. Marcinho, aos 17 e Osvaldo, aos 19 minutos do segundo tempo.

ÁRBITRO - Thiago Duarte Peixoto (SP)

CARTÕES AMARELOS - Caíque Sá (Chapecoense) e Wellington Paulista (Fortaleza).

RENDA - R$ 129.680,00. 

PÚBLICO - 6.765 torcedores.

LOCAL - Arena Condá, em Chapecó (SC).

Escreva seu comentário

Preencha seus dados

ou

    #ItatiaiaNasRedes

    RadioItatiaia

    Bolsonaro provoca presidente da OAB: 'Posso contar como o pai dele desapareceu' https://t.co/VL1QAuI1sI https://t.co/uO2itrIBJh

    Acessar Link

    RadioItatiaia

    'Eu estou levando minha revolta para um lado de injustiça, eu preciso de uma resposta. Eu guardei tudo no quarto do bebê. Essa dor parece que não vai passar', completa.

    Acessar Link

    RadioItatiaia

    O caso foi revelado em primeira mão pela rádio Itatiaia e repercute nacionalmente.

    Acessar Link