Notícias

Fábio Santos reclama de jogo do Atlético às 11h e diz que calor pode atrapalhar o time contra Inter

Por Agência Estado , 12/09/2019 às 15:38
atualizado em: 12/09/2019 às 18:19

Texto:

Foto: Bruno Cantini / Atletico
 Bruno Cantini / Atletico

Pela segunda vez consecutiva como mandante neste Campeonato Brasileiro, o Atlético entrará em campo às 11 horas, no próximo domingo (15), contra o Internacional, no estádio Independência, pela 19.ª rodada. O horário matutino, mesmo perto do almoço, costuma atrair a torcida, mas cria uma série de problemas para os clubes, que têm de mudar o planejamento durante a semana.

No caso do Atlético, para melhor adaptação do elenco, quatro dos cinco treinamentos da semana foram marcados para o horário da manhã. Inclusive o desta quinta-feira na Cidade do Galo, em Vespasiano, na região metropolitana de Belo Horizonte.

Quem revelou não gostar muito de jogar neste horário é o lateral-esquerdo Fábio Santos, que comentou que jogar às 11 horas será mais um desafio para quebrar a sequência de quatro derrotas seguidas. "Temos que ganhar. São dificuldades que teremos enfrentar e vamos encontrar essa dificuldade do calor. Eu não gosto de jogar neste horário, nunca gostei. Nunca consegui passar o dia bem após os jogos das 11 horas, sempre com dor de cabeça, passando mal. Já deixei isso claro. Temos treinado de manhã para ver se adapta. Quem perde é o espetáculo, com o calor muito grande", afirmou.

Para enfrentar o Internacional, o técnico Rodrigo Santana fará mudanças no time. Além de ter que achar um substituto para o volante Jair - lesionado na partida contra o Botafogo no último domingo (8) -, deu indícios de que pode promover uma alteração no ataque alvinegro. Nesta quinta, dividiu o elenco em três times e escalou o meia-atacante Bruninho entre os titulares, na vaga de Chará. Em uma linha de três armadores, juntamente com Cazares e Vinícius, e com Ricardo Oliveira no ataque.

O provável time que entrará em campo neste domingo (15) deve ser: Cleiton; Patric, Leonardo Silva, Réver e Fábio Santos; Martínez (Zé Welison) e Elias; Cazares, Vinícius e Bruninho (Chará); Ricardo Oliveira.
 

Escreva seu comentário

Preencha seus dados

ou

    #ItatiaiaNasRedes

    RadioItatiaia

    'Eu estou levando minha revolta para um lado de injustiça, eu preciso de uma resposta. Eu guardei tudo no quarto do bebê. Essa dor parece que não vai passar', completa.

    Acessar Link

    RadioItatiaia

    O caso foi revelado em primeira mão pela rádio Itatiaia e repercute nacionalmente.

    Acessar Link