Unimed Set Maxiboard interno

Notícias

Cruzeiro encara o CSA em Maceió em busca da primeira vitória como visitante

Por Agência Estado/ , 25/08/2019 às 09:45
atualizado em: 25/08/2019 às 10:54

Texto:

Foto: Vinnicius Silva/Cruzeiro
Vinnicius Silva/Cruzeiro

    
A estreia de Rogério Ceni pelo Cruzeiro na última semana já encerrou um longo jejum de 11 jogos sem vitórias da equipe mineira. Agora, surge a necessidade de vencer a primeira partida como visitante na competição, e a chance está posta diante do vice-lanterna CSA, às 19h deste domingo, no Estádio Rei Pelé, em Maceió, pela 16.ª rodada do Campeonato Brasileiro.

Acompanhe, a partir de 18h, a Jornada Esportiva da Itatiaia, com narração de Enio Lima, comentários de Junior Brasil, reportagens de Samuel Venâncio e Emerson Pancieri e ancoragem de Bruno Azevedo.

Após a bela vitória sobre o líder Santos no Mineirão, o processo passa pela tentativa de voltar a ser temido fora de casa. Isto porque a equipe de Belo Horizonte, que tem 13 pontos e está apenas um à frente da zona de rebaixamento, não vence uma partida longe de seus domínios pelo Brasileirão desde junho do ano passado, quando bateu o Ceará por 1 a 0 no Castelão.

Para tanto, faz-se necessária uma melhora gradual na mentalidade ofensiva da equipe, o que, de acordo com o atacante Pedro Rocha, já começou a acontecer sob o comando do novo treinador. "O Rogério tem trabalhado bastante em cima disso. Ele gosta do time para frente, que esteja sempre no ataque, fazendo marcação alta. Isso faz diferença, porque ficamos mais próximos do gol. E acredito que o rendimento aumenta, tanto nas finalizações como nas chances de gol", avalia o jogador, que fez apenas quatro gols no ano em 25 participações.

O mau desempenho do atacante é reflexo da péssima performance do time como um conjunto neste quesito. No Brasileirão, o Cruzeiro tem o terceiro pior ataque com 13 gols até o momento. O adversário deste domingo é o pior, com apenas quatro gols seguido pelo Avaí, que tem sete.

Mesmo assim, Pedro Rocha alerta para o necessário respeito ao time alagoano, que vem de vitória fora de casa contra o Fluminense. "A gente sabe que no Campeonato Brasileiro não tem time fácil. Independentemente da posição, todos os times, principalmente jogando em casa, são complicados de vencer. Sabemos que temos que ir para esse jogo bastante concentrados, o CSA não é um time bobo", aponta.

Em termos de escalação, se no ataque Rogério Ceni não deve ter problemas para montar sua equipe, podendo repetir o mesmo trio ofensivo que passou pelo Santos, com Marquinhos Gabriel, Pedro Rocha e David, o mesmo não se pode dizer em relação à zaga. 

O miolo de zaga consagrado do time, com Léo e Dedé, com problemas físicos, dificilmente estará em campo neste domingo em Maceió e deve dar lugar a Fabrício Bruno - que já substituíra Léo na rodada anterior - e Cacá, ambos da base cruzeirense. No meio, o lateral-esquerdo Dodô deve jogar mais uma vez como segundo volante, posição em que se saiu muito bem na vitória sobre o líder do campeonato.
CSA
Assim como o Cruzeiro, o CSA busca um feito inédito neste Campeonato Brasileiro. O time alagoano tenta a segunda vitória consecutiva para buscar uma reação na luta contra o rebaixamento. 

Para o duelo, o técnico Argel Fucks ensaiou três mudanças. As novidades ficam por conta das entradas de Jean Cléber e Héctor Bustamante, além de Dawhan, que saiu do meio de campo para atuar na lateral direita, no lugar de Apodi.

Ficha técnica 

Cruzeiro x CSA

Cruzeiro: Fábio; Orejuela, Fabrício Bruno, Cacá e Egídio (Dodô ou Fred); Henrique, Dodô, Marquinhos Gabriel, Thiago Neves e David; Pedro Rocha. Técnico: Rogério Ceni

CSA: Jordi; Dawhan, Alan Costa, Luciano Castán e Carlinhos; Naldo, João Vítor, Jean Cléber e Jonatan Gómez; Héctor Bustamante e Alecsandro. Técnico: Argel Fucks

Motivo: 16ª rodada do Campeonato Brasileiro

Data e horário: 25 de agosto de 2019, domingo, às 19h

Local: estádio Rei Pelé, em Maceió (AL)

Árbitro: Marcelo de Lima Henrique (CBF-RJ)

Auxiliares: Luiz Claudio Regazone (CBF-RJ) e Nailton Junior de Sousa Oliveira (CBF-CE)

VAR: João Batista de Arruda (CBF-RJ)

Escreva seu comentário

Preencha seus dados

ou

    #ItatiaiaNasRedes

    RadioItatiaia

    Bolsonaro provoca presidente da OAB: 'Posso contar como o pai dele desapareceu' https://t.co/VL1QAuI1sI https://t.co/uO2itrIBJh

    Acessar Link

    RadioItatiaia

    'Eu estou levando minha revolta para um lado de injustiça, eu preciso de uma resposta. Eu guardei tudo no quarto do bebê. Essa dor parece que não vai passar', completa.

    Acessar Link

    RadioItatiaia

    O caso foi revelado em primeira mão pela rádio Itatiaia e repercute nacionalmente.

    Acessar Link