Notícias

Complicações por dengue podem levar ao diagnóstico de hepatite e meningite

Por Redação , 16/05/2019 às 09:42
atualizado em: 16/05/2019 às 10:27

Texto:

Ouça na Íntegra
00:00 00:00
Foto: Agência EBC
Agência EBC

As complicações decorrentes da dengue acendem um alerta. Com sintomas parecidos com os de outras infecções, nem sempre o diagnóstico da doença é fácil ou preciso. Em alguns casos, o paciente pode ser acometido por uma hepatite, por exemplo, já que o vírus da dengue pode causar uma inflamação no fígado. 

Foi o que aconteceu com Naiara Rabelo Campos, de 36 anos. Ela está internada em um hospital da rede privada de Belo Horizonte após ser diagnosticada com dengue, seguida por hepatite.

Ouça a reportagem completa com Priscila Mendes

“Começou há oito dias com dores atrás dos olhos, nas juntas, febre, dor na panturrilha e na lombar e foi diagnosticada com dengue; sete dias após ela começou com uma dor muito intensa no abdômen e para nossa surpresa o resultado saiu e foi diagnosticado hepatite, devido a dengue”, diz uma amiga que acompanha Naiara no hospital.

De acordo com a professora do curso de Medicina do UNIBH e infectologista Carolina Lins, as principais doenças que podem surgir por causa da dengue e até de maneira simultânea são hepatite, meningite e Guillain Barré. “Essas manifestações pouco típicas não são usuais, mas podem acontecer”, explica.

A infectologista ainda alerta para os casos de hepatite medicamentosa, causada pelo uso excessivo de paracetamol. “A dose segura é abaixo de 4 gramas, então é importante que o paciente siga as orientações médicas e não ultrapasse a quantidade porque aí sim pode desenvolver uma hepatite por causa do paracetamol”.

De acordo com o último boletim da Secretaria Estadual de Saúde, Minas Gerais tem 250 mil notificações de dengue e 38 mortes. 

Leia também

Minas Gerais registra 38 mortes por dengue; número de casos prováveis passa de 247 mil

Escreva seu comentário

Preencha seus dados

ou

    #ItatiaiaNasRedes

    RadioItatiaia

    Bolsonaro provoca presidente da OAB: 'Posso contar como o pai dele desapareceu' https://t.co/VL1QAuI1sI https://t.co/uO2itrIBJh

    Acessar Link

    RadioItatiaia

    'Eu estou levando minha revolta para um lado de injustiça, eu preciso de uma resposta. Eu guardei tudo no quarto do bebê. Essa dor parece que não vai passar', completa.

    Acessar Link

    RadioItatiaia

    O caso foi revelado em primeira mão pela rádio Itatiaia e repercute nacionalmente.

    Acessar Link