Unimed Ago-Set Maxi Internas CPM

Notícias

Amazônia: ‘É o momento de falar menos’, afirma Kalil sobre entrevistas de Jair Bolsonaro

Por Redação, 24/08/2019 às 19:51
atualizado em: 24/08/2019 às 20:23

Texto:

Foto: Amira Hissa/PBH
Amira Hissa/PBH

O prefeito de Belo Horizonte, Alexandre Kalil (PSD), afirmou na manhã deste sábado, em entrevista coletiva, que o Brasil precisa dar uma resposta em relação às queimadas na Amazônia, e que o presidente Jair Bolsonaro deveria dar menos declarações a respeito.

“É o momento de falar menos, de colocar o Exército para trabalhar, para dar uma resposta ao exterior, não porque o Brasil é independente, é o maior do mundo, porque não é. É um país de terceiro mundo, pobre, que precisa de dinheiro da Alemanha e da Noruega, sim. Se eles não quiserem, podem por na prefeitura que nós queremos”, afirmou.

Kalil considera que a crise aumentou após as falas de Bolsonaro. “Aquele é um assunto sério, de gabinete, que tem que ser tratado com o Exército, com a Polícia Federal, com menos entrevistas e com menos achismo”, comentou.

Questionado se considera irresponsável a postura adotada pelo presidente em público, despistou. “Eu cheguei de Brasília quinta-feira buscando dinheiro. Acha que vou chamar alguém de irresponsável?”, perguntou.

Escreva seu comentário

Preencha seus dados

ou

    #ItatiaiaNasRedes

    RadioItatiaia

    Bolsonaro provoca presidente da OAB: 'Posso contar como o pai dele desapareceu' https://t.co/VL1QAuI1sI https://t.co/uO2itrIBJh

    Acessar Link

    RadioItatiaia

    'Eu estou levando minha revolta para um lado de injustiça, eu preciso de uma resposta. Eu guardei tudo no quarto do bebê. Essa dor parece que não vai passar', completa.

    Acessar Link

    RadioItatiaia

    O caso foi revelado em primeira mão pela rádio Itatiaia e repercute nacionalmente.

    Acessar Link