Notícias

Ações para evitar agravamento da asma; 300 milhões de pessoas sofrem com a doença no mundo

Por Jacqueline Moura/ Itatiaia, 02/05/2019 às 10:39
atualizado em: 06/05/2019 às 10:21

Texto:


A Organização Mundial de Saúde estima que, em todo o mundo, mais de 300 milhões de pessoas sofrem de asma. Segundo a Iniciativa Global contra a Asma, só no Brasil, três pessoas morrem em decorrência da doença por dia. A doença é a quarta maior causa de hospitalização no país, com cerca de 300 mil internações por ano, um custo anual de cerca de R$ 537 milhões para os cofres públicos, conforme informações do DATASUS. 

De acordo com dados do IBGE, em parceria com o Ministério da Saúde, mais de seis milhões de adultos sofrem com a enfermidade alérgica no país. Estima-se que, no total, incluindo crianças e adolescentes, ela acomete 20 milhões de pessoas. É a doença crônica mais comum na infância; só nos Estados Unidos, sete milhões de crianças têm. Nos últimos 25 anos, a taxa de prevalência da doença dobrou em todo o mundo. 

O Ministério da Saúde destaca que a asma é uma das doenças respiratórias crônicas mais comuns, juntamente com a rinite alérgica e a doença pulmonar obstrutiva crônica. As principais características da doença são dificuldade de respirar, chiado e aperto no peito, respiração curta e rápida. Os sintomas pioram à noite e nas primeiras horas da manhã.

Nesta quinta-feira, Dia Mundial de Combate à Asma, autoridades aproveitam a data para alertar a população sobre as formas de prevenção da doença. O médico pneumologista do Hospital Vera Cruz, Guilherme Cardoso, alerta para os sintomas da doença que costuma aparecer, com mais frequência, nesta época do ano. “Os principais sintomas da asma são a tosse seca, principalmente, no início da manhã e durante o período da noite, falta de ar, sensação de aperto no peito” destaca.

O pneumologista explica que o tratamento da doença é feito pelo uso de medicamentos por inalação. “Os principais medicamentos usados são por inalação. Os broncodilatadores que aliviam os sintomas e é feito por nebulização ou por meio dos inaladores conhecidos popularmente como bombinhas. Também são usados os corticoides inalatórios em casos mais graves”, detalha.

O médico destaca a importância de ações para evitar os sintomas e o agravamento da asma. O adulto asmático deve evitar o uso do cigarro, vacinar contra gripe, evitar exposição a ambientes com ar-condicionado, mofo e pelo de animais.

Escreva seu comentário

Preencha seus dados

ou

    #ItatiaiaNasRedes

    RadioItatiaia

    Bolsonaro provoca presidente da OAB: 'Posso contar como o pai dele desapareceu' https://t.co/VL1QAuI1sI https://t.co/uO2itrIBJh

    Acessar Link

    RadioItatiaia

    'Eu estou levando minha revolta para um lado de injustiça, eu preciso de uma resposta. Eu guardei tudo no quarto do bebê. Essa dor parece que não vai passar', completa.

    Acessar Link

    RadioItatiaia

    O caso foi revelado em primeira mão pela rádio Itatiaia e repercute nacionalmente.

    Acessar Link